Síndrome de Brugada: Saiba mais!

A Síndrome de Brugada é uma arritmia cardíaca hereditária, provocada pela mutação de um gene que altera a estrutura dos canais de sódio cardíacos. Pode causar morte súbita, através de taquicardia ventricular polimórfica, principalmente em indivíduos em repouso ou durante o sono.



É uma doença mais comum em indivíduos do sexo masculino. Na maioria dos casos não há sintomas. Contudo, podem ocorrer palpitações, desmaios, respiração agônica noturna e parada cardíaca.


O diagnóstico é feito por meio do eletrocardiograma. Em alguns casos, é preciso realizar teste com infusão endovenosa de fármacos (ajmalina) que ajudam a confirmar a presença da doença.


Para indivíduos com a Síndrome de Brugada, é recomendável evitar o uso de alguns medicamentos (antiarrítmicos, antidepressivos) que podem desencadear crises de arritmia. Em caso de febre, é essencial controlar rapidamente, já que a elevação da temperatura corporal favorece a ocorrência de crises.


Para alguns pacientes assintomáticos, o acompanhamento clínico é o suficiente. Já os que apresentam desmaios, história familiar de morte súbita ou tiveram parada cardíaca, o desfibrilador é o tratamento indicado.

©   2020 - Fabrício Bonotto Mallmann - CRM/SC 14.425

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco